Desafios da Tradução e Versão de Dialetos

Cabra bom não bebe água – o que eu faço com esse angu de caroço?

ministrado por Marly D’Amaro Blasques Tooge
Dia 27 de abril, das 19h30 às 22h30
Duração: 03 horas
Valor: R$ 164,00

A tradução de variantes linguísticas é sempre um desafio para qualquer tradutor. Traduzir termos ligados a diferentes culturas regionais brasileiras, dialetos geográficos ou classes sociais para a o idioma inglês é um desafio ainda maior, considerado um aporia por muitos estudiosos. Não é incomum, porém, que um tradutor ou mesmo um profissional ligado a públicos internacionais se depare com tal situação. Tais versões, já solicitadas até mesmo em concursos públicos, são coisas corriqueiras para tradutores literários. O cerne da questão é o quanto se revela sobre a identidade dos personagens que produzem a linguagem e da habilidade do tradutor em trabalhar com questões complexas de correspondência cultural. Esta oficina tem como objetivo trazer à luz dilemas de tradução de termos regionais (dialetos geográficos) e de socioletos encontrados em de obras literárias brasileiras, buscando permear as causas e consequências das possíveis escolhas. Busca-se estimular o pensamento crítico dos tradutores para as questões envolvidas no processo, assim como apresentar-lhes instrumentos de análise e estratégias de tradução que possam auxiliar o processo de tradução, de acordo com o objetivo de cada tradutor e/ou editor.

Programa:

  • Breve história da tradução dialetal
  • Tradutores renomados que trabalharam com traduções de obras regionalistas brasileiras
  • Alternativas de solução dos problemas de correspondência, de acordo com os objetivos de cada tradutor, de questões de patronagem e da proposta inicial da tradução
  • Efeitos “adversos” de algumas traduções
  • Exemplos de traduções de trechos de João Guimarães Rosa, Jorge Amado, Ariano Suassuna, e até mesmo de Machado de Assis para a língua inglesa
  • Estratégias utilizadas pelos tradutores e algumas opções de modalidades tradutórias.

Sobre a palestrante

author

Marly D’Amaro Blasques Tooge é doutora e mestre em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês pela FFLCH-USP. Tradutora Pública e Intérprete Comercial do idioma inglês - prestando serviços ao Estado de São Paulo e credenciada na Procuradoria Geral da República. Especialista em ensino do idioma inglês. Docente com experiência na área de Letras (Ensino de Tradução, do idioma Inglês e de Português para Estrangeiros). Docente da área de Tradução, já lecionou na Instituição Alumni, Anhanguera, Fanese e Citrat. Membro da “Escola de Tradutores”, plataforma de aulas online para tradutores. Autora do livro Traduzindo o “Brazil”, o país mestiço de Jorge Amado. Tem se dedicado a estudar a representação cultural do Brasil no exterior e a questão da identidade nacional sob a luz dos Estudos da Tradução. Treinadora (Deliverer) do programa "Reseracher Connect" da Associação Conselho Britânico, ministrando workshops de Comunicação Científica em Língua Inglesa nas universidades brasileiras.


INSCREVA-SE!

Conclua sua inscrição neste curso:

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Nosso link de acesso às salas de aulas é enviado por e-mail e SMS na véspera do curso. Preencha corretamente seus dados e verifique se nossos e-mails não estão sendo bloqueados por seu filtro de spam.

Patrocínio